fbpx

Com a pandemia da Covid-19, vendas online mais que dobram (137,35%) em maio, ante mesmo mês do ano passado, revela o índice MCC-ENET

Migrar para o meio digital é questão de sobrevivência e foi essa a solução encontrada por empresas para amenizar a súbita queda nos rendimentos durante a pandemia.

 O número de pedidos online durante o mês de maio cresceu mais 137,35% em comparação com o mesmo período do ano anterior (ver fonte no post).

 Em pouco mais de dois meses foram 107 mil novos estabelecimentos criados na internet, segundo a pesquisa, mais de uma nova loja virtual por minuto desde o início do isolamento social em março.

Mesmo quem não teve condições de criar um site, começou a vender pelo WhatsApp.

A pandemia obrigou as empresas a repensar seus modelos de negócio.

👉 O isolamento social não só acelerou a abertura de lojas na internet como também trouxe novos consumidores para o comércio eletrônico. Existe uma expectativa de gerar mais de 3 milhões de novos clientes para vendas pela internet, o que representa um aumento de mais de 40%.

🤔 E você empresário?
Existem diversas técnicas que poderão lhe ajudar a conquistar bons números no e-commerce. Mas antes, responda: quais são os seus números?

1. Você sabe quantas pessoas entram na sua loja virtual?
2. Desse universo, quantas compram?
3. De qual canal elas vem?
4. Em qual dia da semana e horário?
5. É importante também conhecer o fluxo que o usuário executa. Na maioria das vezes ele será diferente do que foi desenhado.

Isso significa que é preciso observar os dados e realizar mudanças para ir ao encontro da melhoria da taxa de conversão.

Abaixo, cinco sugestões para você melhorar seus números e vender mais.
1. Garantir uma boa experiência mobile;
2. Estar bem otimizado para os mecanismos de busca;
3. Ter uma forte presencial social;
4. Investir em melhorias de performance;
5. Se certificar de estar com uma boa infraestrutura de servidores.

Boas vendas!

• Conheça o nosso curso EAD Neuromarketing
• www.ibnbrasil.com/ibn-ead

#neuromarketing #neurociencia #neuropsicologia #neuropsiquiatria #comportamento #pandemia #comunicação #neurologia #neuroeconomia #neurovendas #cursodeneuromarketing

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *