Depressão existencial. muito comum em pessoas inteligentes e talentosas

😶 A depressão existencial costuma afetar pessoas muito inteligentes e pessoas talentosas. São aqueles perfis que sofrem o peso da injustiça, que não encontram sentido na vida e que sofrem o isolamento porque veem e sentem o mundo de maneira diferente dos demais.

 

Obviamente, isso não é uma regra.

E o objetivo desse post é apenas informativo.

CONSULTE UM PROFISSIONAL DE SAÚDE MENTAL.

 

As quatro dimensões que descrevem a #depressão existencial

 

🍃 Perder alguém e refletir sobre o significado da morte. Sofrer uma perda próxima quase sempre faz com que a pessoa muito inteligente inicie um processo de dúvida e reflexão sobre o significado da #morte.

 

🗣  Falta de #liberdade

É comum que esse perfil questione por que o ser humano não possui um maior poder criativo, um maior impulso de criação e realização. Além disso, a própria sociedade sempre atua como um veto, como uma entidade controladora que corta nossas asas.

 

😕 Isolamento e #solidão

Não se sentir compreendido, perceber que você vê o mundo de uma forma muito diferente dos demais cria um isolamento e um grande vazio.

………………………

🙌

Que tratamento existe para a depressão existencial?

A #terapia cognitivo-comportamental é, sem dúvida, uma das melhores abordagens para o tratamento da depressão existencial.

 

Trabalhar a nossa autoconsciência: esclarecer nossos objetivos, desejos, necessidades, valores…

Definir e trabalhar o nosso sentido de vida: colocar um propósito em nosso horizonte e trabalhar com ele nos dá impulso.

 

É recomendável que aprendamos a fazer uso de uma #autoeducação emocional adequada.

 

Um bom entendimento e gerenciamento emocional é fundamental ajuda a garantir o nosso bem-estar e a evoluir em todos os sentidos.

 

👁 Você já conhecia esse tipo de depressão?

 

Por fim: não hesite em pedir ajuda especializada caso estejamos passando por problemas.

 

#neuromarketing #depressãoexistencial #pessoasinteligentes #pessoastalentosas #psicólogos #psiquiatra #autoconhecimento

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.