fbpx

A cor de um alimento afeta o seu paladar

Embora muitos de nós gostemos de acreditar que não somos enganados facilmente, nosso paladar costuma ser enganado por nossa visão.

 

Quando a cor de um alimento está errada ou é diferente do que esperamos, nosso cérebro nos diz que o gosto também é diferente. Usamos dicas visuais de cores para identificar e julgar a qualidade e o sabor do que comemos.

 

COMA COM OS OLHOS! 

 

Suas papilas gustativas desempenham um papel importante na determinação dos quatro grupos básicos de sabor, que são doce, salgado, ácido e amargo. Quando suas papilas gustativas entram em contato com os alimentos, elas enviam sinais ao cérebro para interpretar o sabor. Como olhamos para a comida antes de comer, no entanto, nossos olhos enviam sinais ao cérebro muito antes que nossas papilas gustativas tenham a chance. Isso pode predeterminar como vamos perceber o sabor e o sabor do que vamos comer.

 

A cor costuma ser o primeiro elemento percebido na aparência de um produto alimentício. Os humanos começam a associar certas cores a vários tipos de alimentos desde o nascimento, e equiparam essas cores a certos gostos e sabores ao longo da vida. Por exemplo, podemos esperar que o pudim amarelo tenha um sabor de banana ou limão e as jujubas vermelhas tenham um sabor de cereja ou canela. Em alimentos frescos, como frutas e vegetais, contamos com a cor para determinar seu nível de maturação e frescor. Se a cor de um produto alimentício não corresponder às nossas expectativas, podemos perceber seu sabor e sabor de forma diferente – um efeito psicológico que algumas empresas alimentícias usam a seu favor.

 

#neuromarketing #neurociência #neuropsicologia #comportamentohumano #psicologiadascores #alimentação

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *